TIPOS DE JEJUM

Quando jejuamos, apresentamos semblante alegre e satisfeito, senão vão pensar que é só tristeza e melancolia a obra de nossa salvação. Conhecedor da insignificância das suas austeridades, o verdadeiro penitente não quer perder-lhes o merecimento fazendo delas ostentação.

Prescreve-nos o Divino Mestre, juntamente com o jejum, o desapego dos bens terrestres.

O conceito de jejum não exige que você passe fome. Jejuar é refrear a nossa gula e disciplinar o nosso comer. A essência do jejum é a disciplina.

O objetivo do jejum é nos encontrar com Deus, favorecer a oração e nos disciplinar. Ele serve para nos abrir à Graça da contemplação, da intercessão a da Unção do Espírito Santo.

A prática de fazer jejum refere-se à abstenção de alimento para finalidades espirituais. Quando você faz uma dieta ou regime, você faz na intenção física. O Jejum é uma prática antiga da Igreja.

Para praticar o jejum deve ter entre 18 e 59 anos

Não passe fome e cuidado para não sentir mal estar e dores de cabeça. Não é essa a finalidade do jejum.

Todos podem fazer jejum sem que isso lhe faça mal, mas, pelo contrário, lhes faça bem.

As pessoas cometem um erro a iniciar um dia de jejum sem tomar café da manhã, as que agem assim, na verdade começaram o jejum após a última refeição que fizeram na véspera. Não faça isso, pois ao longo do dia poderá ter dor de cabeça; ficar indisposto e irritado; e isso não é a finalidade do jejum. Tome, portanto seu café da manhã e só a partir de então, inicie o jejum.

Ofereça o jejum que fará em oração, reze antes de começá-lo. Participe dos sacramentos. Não faça murmurações ao longo do dia.

Existem várias formas de se fazer jejum aprovadas pela Igreja.

Jejum da Igreja

QUALQUER pessoa pode fazer este tipo de jejum.

O café da manhã você tomará normalmente e depois fará apenas uma refeição – almoço ou janta – sem exageros, dependendo dos seus hábitos, de sua saúde e de seu trabalho. A outra refeição, a que você não vai fazer, será substituída por um lanche simples, de acordo com as suas necessidades. Não beliscará nada ao longo do dia, não tomar refrigerantes, cafezinhos, balas, doces, biscoitos, etc.

Salvo em caso de enfermidades.

Nesse tipo de jejum, não se passa fome, mas ajuda a refrear a gula do beliscar ao longo do dia várias coisas.

Jejum a pão e água

Pessoas que não tem nenhuma restrição quanto a saúde poderão fazê-lo.

Café da manhã antes das 9 horas da manhã. Pão e água no restante do dia.

Este jejum deve ser encerrado às 18 horas.

Não comer pão e água juntos, pois estes fermentam no estomago e provocam dores de cabeça.

Pode comer pão quando tiver fome e beber água quando tiver sede e deve ser bebida, pois o organismo precisa de água. Apenas isso e nada mais.

Jejum à base de líquidos

Pessoas que não tenham restrição à saúde e que já praticaram outros tipos de jejum.

Tomar café da manhã antes da 9 horas. E no restante do dia: Passar o dia sem comer nada, limitando-se a tomar somente líquidos, que podem ser chás adoçados com mel ou açúcar, limonada, sucos de frutas, de legumes, água de coco, mas não vitaminas.  Essa modalidade de jejum refreia a nossa gula e garante a nossa disciplina. Tratando-se de líquidos, temos uma grande variedade de opções e de combinações possíveis; todas elas nos mantêm alimentados e bem dispostos sem a quebra do jejum. Os idosos e os doentes podem fazer um jejum muito saudável à base de caldos líquidos, mas não sopas, canjas.

Isso deixa o corpo leve para a oração.

O Jejum completo

É o jejum no qual nada se come e somente bebe água, sendo fundamental beber várias vezes ao dia. Este jejum pode ser encerrado as 4 horas da tarde.

Pessoas que não tenham nenhum tipo de restrição a saúde e já tenham praticado outros tipos de jejum.

Café da manhã e depois somente água.

Ser comedido e agir com sabedoria.

 


Protected by Copyscape