CATECISMO

A palavra Catecismo vem da língua grega  Katechismus e significa "Ensinamento", "Livro de ensinamento".

Os cristãos da primeira Igreja designaram com esta palavra o ensinamento religioso, a aula religiosa. Já o Evangelista Lucas a usa no prefácio do seu evangelho (Lc 1,4) e nos Atos dos Apóstolos 18,25. Igualmente São Paulo ( Rom. 2,18; 1 Cor 14,19; Gal. 6,6).

Adultos que se prepararam para o Santo Batismo, foram chamados "catecumenos" que significa, que são ensinados na fé.

Hoje são designados com a palavra "Catecismo" aqueles livros que são usados nas aulas de religião e contém todos os ensinamentos da fé e moral em perguntas e respostas breves. Como exemplo vale o "Catecismo Romano", que seguindo a decisão do Concílio de Trento, sob Papa Pio V em 1566, foi editado, para o livro de ensinamento, para a cura paroquial.

Para a diocese de Basel ordenou o Bispo Cristoph, no século XVI, o catecismo de São Pedro Canisius. Porém o ensinamento da Igreja permanece o mesmo. Mas os tempos, homens e a maneira de ensinar mudam, assim cada Diocese de tempos em tempos tem o costume de editar um novo Catecismo.

A aula de religião é a mais importante e a mais necessária, e sobretudo a aula mais útil e salutar.

Jesus Cristo chamou Seu Ensinamento de "Boa Nova" do Reino de Deus, que será pregada no mundo inteiro , como testemunho para todas as nações. (Mt 24,14).

 Texto escrito na Páscoa de 1947, por FRANCISCO - Bispo de Bäsel e Lugano.

Ver mais sobre catecismos clique aqui


Protected by Copyscape