A SEXTA FEIRA SANTA

CARÁTER

A Sexta-Feira Santa é consagrada à comemoração da Santa Morte de Jesus Cristo, Esposo da Igreja. Na denudação dos Altares, tiram-se tudo, só ficam a Cruz com véu roxo e as velas.   Tudo neste dia exprime o luto da Igreja: a cor preta dos paramentos, o Altar denudado, sem luzes no princípio, a cerimônia da prostração dos Ministros da Igreja diante do Altar, a omissão do “O Senhor esteja convosco...”, a falta de instrumentos de música. A Liturgia da sexta-feira Santa mostra três partes visivelmente distintas: a Liturgia primeira de orações e leituras; a Adoração da Cruz e a missa dos pressantificados; a Comunhão solene.

A ADORAÇÃO DA CRUZ

O povo venera a Cruz. Em Jerusalém esta cerimônia levava 3 horas durante as quais o povo era instruído no Antigo Testamento e Novo Testamento e ocupado com hinos e orações. A Adoração da Cruz, feita devidamente, é de uma beleza impressionante e majestosa, lembrando não só a Cruz do Calvário, mas também a das nuvens do Céu,é a humilde homenagem da humanidade reunida ao seu divino Redentor.

ORAÇÃO DA SEXTA-FEIRA SANTA

Rezar 33 vezes esta pequena oração, diante da Cruz, em honra aos 33 anos de Nosso Senhor Jesus Cristo.

“Adoro-Vos Cruz Preciosíssima, enfeitada com os Membros Santíssimos e tingida e embebida pelo Preciosíssimo Sangue. Adoro-Vos, ó meu Deus, pregado na Santa Cruz e isso por amor a mim. Jesus, eu confio em Vós e creio na Vossa Misericórdia”.

                   


Protected by Copyscape